fundo parallax

5 BANDAS / ARTISTAS #1 (05/18)

 

A série 5 Bandas/Artistas é uma forma de apresentar ao público alguns grupos nacionais que foram considerados dignos de nota pela edição do Road To Cydonia.

Misturando estilos e sonoridades, a lista tem como intuito a difusão de tais grupos de forma econômica e direta, assim como incentivar a troca de informações sobre talentos que têm dado as caras no nos últimos tempos. Iniciando a série neste relançamento do RTC, vamos à primeira edição:

fundo parallax

HIEROFANTE PÚRPURA (SP)

Idiossincrático e surpreendente por definição, o Hierofante Púrpura é um grupo para poucos. Contando com uma sonoridade parruda, extremamente lisérgica e, por vezes, absolutamente insana em sua concepção, o quarteto de Mogi das Cruzes realiza uma mistura esquizofrênica (e muito bem-vinda) de arranjos, timbres, efeitos e melodias de referências mais díspares para imergir o ouvinte numa experiência sonora que oscila entre o hipnótico e o incômodo com uma fluidez impressionante.

Com uma discografia composta por três discos e um apanhado de EPs que refletem bem o espírito da banda e a experiência proposta pelo projeto (vide os intensos Transe Só e Disco Demência), o grupo merece figurar nesta lista pela forma curiosa com que se firma como uma das bandas mais imprevisíveis e transgressoras em atividade no circuito nacional.



LINK OFICIAL DISCO RECOMENDADO
fundo parallax

ÓCIO (ES)

Presente na extensa relação de boas bandas nacionais de Rock que quase ninguém ouviu falar, o ÓCIO é também um de seus exemplares mais contundentes. Dono de uma longa trajetória marcada por inúmeras passagens em circuitos independentes nacionais e internacionais, o trio capixaba se destaca por sua mistura de Grunge e Blues Rock com letras ácidas e confessionais, resultando numa sonoridade que consegue ser simultaneamente explosiva, catártica e dotada de um senso de humor bem particular.



Trazendo dois ótimos álbuns (Mood Swings e Guilty Beat) e um EP epônimo no currículo, o grupo tem seu grande diferencial na dinâmica energética de seus membros e no vocal esquizóide de Daniel Furlan, os quais conferem intensidade até às faixas mais calmas e recorrentemente instigam o ouvinte com verve insuspeita. O trio encerrou suas atividades em 2018, deixando um acervo que certamente merece ser reconhecido no futuro e que o configura como uma ótima pedida para todos aqueles que desejam conhecer um rock reto, ágil e dotado de um quê de tosqueira bem especial.



LINK OFICIAL DISCO RECOMENDADO
fundo parallax

INKY (SP)


O INKY é um daqueles grupos que atrai imediatamente ao trazer uma proposta que poderia ser clichê (fazer Electro Rock centrando no peso e na densidade em vez da estética), mas se diferencia consideravelmente de seus pares por conta de sua execução elegante, abrangente e genuinamente revigorante. Dono de uma sonoridade potente que equilibra a visceralidade do Rock com as texturas abrangentes do eletrônico, o quarteto paulista atesta sua autenticidade e sua força ao misturar uma base instrumental pulsante com o vocal magnético de Luiza Pereira, numa combinação que remete a uma mistura densa e agressiva de Massive Attack e Chemical Brothers.



Amparado por uma discografia sucinta e admirável que traz um compacto (Parallels EP) e dois discos (o ótimo Primal Swag e o excepcional Animania), o conjunto tem crescido no circuito nacional e se consolidado como um grupo de proposta moderna e inventiva que foge das convenções de seu gênero com propriedade e classe. Recomendado para aqueles que desejam conhecer uma porrada sonora que também representa um dos projetos musicais mais consistentes e promissores a surgirem no país nos últimos anos.



LINK OFICIAL DISCO RECOMENDADO
fundo parallax

BLACK DRAWING CHALKS (GO)

Discutivelmente um dos grupos de rock mais expressivos em atividade no país, o Black Drawing Chalks é o tipo de conjunto genial que ainda não foi devidamente reconhecido pelo grande público. Com três discos no currículo (o bom Big Deal e os ótimos Life Is a Big Holiday For Us e No Dust Stuck On You), o quarteto goiano fundado em 2005 tem uma sonoridade frenética que se ancora na mistura de guitarras velozes, estética setentista e uma dinâmica esmagadora, misturando Stoner e Classic Rock de forma natural e incrivelmente potente.



Com uma carreira repleta de passagens notáveis no circuito nacional e internacional (incluindo SWU, Goiânia Noise Festival, Lollapalooza Brasil e Canadian Music Week), o BDC não é apenas uma das bandas mais empolgantes e consistentes a marcarem presença no circuito nacional nos últimos anos como ainda preserva suas raízes independentes e carrega à frente o ideal rocker calcado na sinceridade e despretensão que tem se mostrado relativamente em falta nos últimos tempos.



LINK OFICIAL DISCO RECOMENDADO
fundo parallax

THE BAGGIOS (SE)

Amplamente visto como um dos grandes expoentes do rock nacional contemporâneo, o The Baggios é um caso digno de estudo: Formado em 2004, o duo sergipano vem traçando o caminho das pedras e formando alicerces sólidos a partir duma mescla altamente precisa e eficaz de Blues Rock, Rockabilly e Garage Rock com elementos de música regional brasileira. Empregando uma caracterização que remete a grupos como White Stripes, Black Keys e Flat Duo Jets, a dupla partiu de um conceito simples e palatável para, gradativamente, progredir até uma sonoridade rica e engenhosa que constantemente impressiona pela voracidade e pelo forte senso de identidade que traz.

Tendo três discos admiráveis (incluindo os magníficos Sina e Brutown, indicado ao Grammy Latino), um EP (Acústico Aperipê) e um histórico crescente de apresentações notáveis em âmbito nacional e internacional em seu currículo, o duo vem conquistando uma merecida notoriedade numa trajetória ascendente que tem sido acompanhada por registros cada vez mais ambiciosos e marcantes sem jamais perder as raízes de vista. Recomendação obrigatória para todos aqueles que desejam ouvir um som de qualidade insuspeita e para aqueles que desejam conhecer um dos melhores exemplares da música brasileira da atualidade.



LINK OFICIAL DISCO RECOMENDADO
 

Dúvidas? Sugestões? Reclamações? Entre em contato enviando um email para roadtocydonia@gmail.com ou mande uma mensagem diretamente na página oficial do site no Facebook. Conheça os outros conteúdos do site na página inicial e até a próxima edição.

Guilherme Guio
Guilherme Guio
Publicitário, especialista em Comunicação Corporativa e Inteligência de Mercado, é o editor e redator principal do RTC. Atuando como consultor de Marketing Cultural na produtora cultural SERENA (da qual é sócio), resolveu dar vazão aos seus arroubos verborrágicos através deste projeto. Também é tabagista compulsivo, cinéfilo inveterado, adepto de audiófilo e dançarino amador vergonhoso nas horas vagas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.