5 DISCOS / 5 SINGLES

5 SINGLES #10

A série 5 SINGLES é uma forma de apresentar ao público algumas faixas lançadas que foram considerados dignas de nota pela edição do Road To Cydonia.


Misturando estilos e sonoridades, a lista tem como intuito a difusão das composições de grupos e artistas de forma econômica e direta, assim como incentivar a troca de informações sobre talentos que têm dado as caras nos últimos tempos. Sem mais delongas, vamos à décima edição:

FANTASMAS (Tiago Martins, 2022)

Trabalho que inaugura o projeto-solo de Tiago Martins, esta Fantasmas (apesar do que o título sugere) figura como um dos trabalhos mais espirituosos e leves a surgirem no nosso radar neste início de 2022. Com uma pegada suíngada que difunde as nuances mais ásperas da letra, este debut pode ser descrito como uma confissão popesca que se equilibra entre a excitação e a resignação, tendo a simplicidade, o ethos Do it Yourself e a jovialidade (as quais são devidamente registradas tanto nos arranjos quanto na voz de seu autor) como seus maiores atrativos.

Executado de forma parcimoniosa e dotado de um divertido senso de irreverência (vide uma certa passagem instrumental), o single ainda é acompanhado de um clipe altamente estilizado e de ares surrealistas que, realizado pelo próprio Tiago ao lado de Jhoatan Siqueira e Vitor Ayres, traduz visualmente o espírito descompromissado de seu autor. Exemplar honesto que serve como um eficaz cartão de visitas e merece ser conferido como tal.

LINK OFICIAL

TARÓLOGA PESSIMISTA COM SINTOMAS DE ANSIEDADE (A Transe, 2021)

Adição mais recente d’A Transe ao seu leque de composições, este Taróloga Pessimista com Sintomas de Ansiedade é indubitavelmente um de seus lançamentos mais intrigantes e pungentes: Dando continuidade à exploração de temas existenciais e experienciais característica do casal ao mesmo passo em que retoma sua estética caleidoscópica, o single subverte a paisagem sonora de seu predecessor ao substituir o espírito mântrico e revigorante de Chorey por uma meditação sobre a dimensão do cansaço mental e espiritual causados por um contexto altamente abrasivo.

Contrapondo uma letra repleta de angústia e cinismo aos vocais harmoniosos de Carla Francesca e Fernando Zorzal e à onda viajandona dos arranjos, TPSA é uma obra marcada por contrastes marcantes, remetendo fortemente a uma sensação de desgaste e desnorteamento que pode ser compreendida universalmente. O resultado acaba sendo um retrato fidedigno da ideia de “È o que tá tendo”, sendo também uma das composições mais ácidas e evocativas do duo até então.

Acompanhado de um excelente clipe que, novamente realizado por Tati Rabelo e Rodrigo Linhales, cria uma representação visual aprumada e altamente simbólica da carga subtextual atrelada, Taróloga Pessimista com Sintomas de Ansiedade é um single provocativo que aborda diretamente a ideia da languidez sem jamais perder a energia nem a identidade. Trabalho sóbrio para tempos sombrios.

LINK OFICIAL

PRETEND (Atrox, 2022)

Outro registro de estreia presente nesta lista, este Pretend pode ser descrito como um inusitado presente de Carnaval: Com uma estética que remete fortemente a projetos como Royal Blood, Flat Duo Jets e The Red Boots, o single de estreia do duo Atrox traz um stoner parrudo e enxuto que concilia timbres arenosos com um vocal etéreo e um senso de dinamismo irresistível, mostrando o que há de mais visceral em sua formatação no processo.

Misturando versos regidos por uma marcação seca com um refrão pegajoso, fraseados pontuais e uma coda de porradaria ininterrupta, o single consegue registrar de forma econômica o entrosamento existente entre o vocalista e baixista Pedro Moscardi e o baterista Ruan Reis ao mesmo tempo em que evoca uma crueza vinda diretamente do Desert Stoner dos anos 90. O resultado final é um exercício que soa reverente e autêntico em medidas equivalentes.

Gravado e captado no Estúdio RC por Bruno Ratão e Markito, o single ainda ampara sua proposta com uma performance da dupla ao vivo, registrando sua proposta da maneira mais elementar possível. Denso e distintivo, Pretend é um parrudo cartão de visitas que não apenas expõe a sonoridade de seus autores com nitidez e potência insuspeitas, como ainda os lança de maneira singular no multifacetado circuito musical que ocupam.

LINK OFICIAL

CORINA (Aurora Gordon, 2022)

Primeiro registro inédito do Aurora Gordon em quase sete anos, esta apresentação ao vivo da faixa composta por Afonso Abreu em 1968 não apenas compõe o quorum de novidades presentes no excelente show Via Aérea, como reitera a riqueza do projeto de revisitação histórica liderado pelo produtor e músico Murilo Abreu com classe e desenvoltura.

Trazendo um time invejável formado por nomes como Gabriel Ruy, Edu Szajbrum, Roger Rocha, Pedro de Alcântara e Juliano Rabujah, além do co-produtor Rodolfo Simor (parceiro recorrente de Abreu), esta performance figura como um elegante exercício de groove e dinâmica que atrai pela mistura de embalo e sofisticação.

Contando com um registro de vídeo realizado no Estúdio Bravo (extraído da apresentação original) e tendo seu lançamento realizado em parceria com o selo Casulo Inc., este single não apenas dá sequência ao objetivo de evidenciar a produção artística contracultural do estado nos anos 60 e 70 como se sustenta enquanto uma track altamente dançante e envolvente. Vale a pena conferir e curtir a vibe dançando.

LINK OFICIAL

MY CONNECTION (Pura Vida, 2022)

Single mais recente do Pura Vida, este My Connection não apenas resgata o surf rock característico do grupo capixaba com um senso de despojamento contagiante, como ainda se mostra um de seus registros mais envolventes até então. Produzido por Eric Gorza a partir da composição de Gabriel Muniz, este lançamento não apenas cumpre a função de quebrar o jejum de seus autores e garantir um retorno em boa forma, como consegue servir como um oportuno contraponto a toda angústia que tem acometido o mundo neste período sombrio.

Fundamentalmente uma “balada mântrica”, My Connection imediatamente desarma e atrai o ouvinte pela maneira com que expressa volumes de sensibilidade, solenidade e paz de espírito para transmitir uma mensagem de amor: Se desenvolvendo vagarosamente numa reta ascendente até atingir um clímax edificante, a faixa cruza ciclos de repetição que são amparados não apenas por sua letra profundamente afetuosa e pela intensificação calculada da dinâmica, como pela voz repleta de doçura de Muniz. E tudo isso alcança um ponto de ebulição fascinante por meio do excelente trabalho de guitarra de Rodolfo Simor, o qual conduz a faixa a um novo patamar de catarse emocional a partir de linhas de precisão cirúrgica.

Acompanhado de um vídeo realizado por Melina Furlan que sugere de maneira econômica e discreta o sentimento de conexão e companheirismo abarcado na letra a partir de imagens do processo produtivo, My Connection é um trabalho inegavelmente sentimental que não apenas encerra o hiato do Pura Vida de maneira exemplar, como se revela o tipo de composição necessária para contrabalançar os azedumes que têm permeado a mente das pessoas recorrentemente ao longo dos últimos tempos. Vale a pena ouvir no repeat e enviar para alguém querido no processo.

LINK OFICIAL

Dúvidas? Sugestões? Reclamações? Entre em contato enviando um email para roadtocydonia@gmail.com ou mande uma mensagem diretamente na página oficial do site no Facebook. Conheça os outros conteúdos do site na página inicial e até a próxima edição.

17 de março de 2022

5 SINGLES #10

5 SINGLES #10 A série 5 SINGLES é uma forma de apresentar ao público algumas faixas lançadas que foram considerados dignas de nota pela edição do […]
10 de janeiro de 2022

5 SINGLES #9

6 de julho de 2021

5 SINGLES #8

2 de abril de 2021

5 DISCOS #11

3 de janeiro de 2021

5 SINGLES #7

27 de outubro de 2020

5 SINGLES #6